Ronald Reagan


Ronald Reagan - ex-ator, político e ex-presidente dos Estados Unidos da América

Ronald Wilson Reagan nasceu em 6 de fevereiro de 1911, em Tampico, Illinois, filho de Edward "Jack" Reagan (1883-1941), vendedor de sapatos, e Nelle Wilson Reagan (1883-1962). A família, que incluía o filho mais velho Neil Reagan (1908-1996), residia em um apartamento que não possuía água encanada e água corrente e estava localizada na rua principal da pequena cidade de Tampico.


Ronald Reagan em 1981
Ronald Reagan, 1981. Fonte: Coleção Fotográfica da Casa Branca.


Educação formal

Em 1928, Reagan se formou na Dixon High School, onde era atleta e presidente do corpo discente e se apresentava em peças da escola. Durante as férias de verão, ele trabalhou como salva-vidas em Dixon.

Ao se matricular no Eureka College, em Illinois, com uma bolsa esportiva, Reagan se formou em economia e sociologia. Lá, ele jogou futebol, correu, comandou a equipe de natação, serviu como presidente do conselho estudantil e atuou em produções escolares. Depois de se formar em 1932, encontrou trabalho como locutor de esportes radiofônicos em Iow.

Carreira de ator

Em 1937, Reagan assinou um contrato de sete anos com o estúdio Warner Bros. Nas três décadas seguintes, ele apareceu em mais de 50 filmes. Entre seus papéis mais conhecidos estava o de George Gipp, estrela do futebol de Notre Dame, na cinebiografia de 1940 chamada "Knute Rockne, All American". Outro papel notável foi no filme "Kings Row" de 1942, no qual Reagan interpreta uma vítima de acidente que acorda e descobre que suas pernas foram amputadas.

Quando a carreira cinematográfica de Reagan começou a crescer, ele conseguiu um emprego como apresentador do seriado semanal de televisão "The General Electric Theatre", em 1954. Parte de sua responsabilidade como apresentador era viajar pelos Estados Unidos como representante de relações públicas da empresa General Electric (GE). Foi nessa época que suas opiniões políticas mudaram de liberal para conservadora; ele liderou discussões pró-negócios, falando contra a regulamentação excessiva do governo e gastos desnecessários - temas centrais de sua futura carreira política.

Carreira política

Reagan entrou no centro das atenções políticas nacionais em 1964, quando fez um discurso bem recebido na televisão para o candidato presidencial republicano Barry Goldwater, um importante conservador.

Mais tarde, serviu dois mandatos como governador da Califórnia. Originalmente um democrata liberal, Reagan concorreu à presidência dos EUA como republicano e conquistou dois mandatos, de 1981 a 1989, tornando-se um ícone conservador nas décadas seguintes. No início do segundo mandato, Reagan sofreu uma tentativa de assassinato, mas rapidamente se recuperou e voltou ao serviço.

Como presidente, Reagan ajudou a redefinir o objetivo do governo e pressionou a União Soviética a encerrar a Guerra Fria. Ele solidificou a agenda conservadora por décadas após sua presidência. No geral, os anos Reagan viram uma restauração da prosperidade, e o objetivo da paz através da força parecia estar ao seu alcance.


Ronald Reagan e esposa
Ronald Reagan, o 40º presidente dos Estados Unidos, e sua esposa Nancy, acenam para o público a partir do carro presidencial durante o desfile do Dia da Posse, em Janeiro de 1981. Fonte: National Archives Foundation.


A surdez

Os problemas auditivos de Reagan começaram na década de 1930, quando uma pistola calibre 38 foi disparada perto de sua orelha direita enquanto ele atuava em um filme. Reagan sofreu uma deterioração do nervo auditivo, que capta vibrações sonoras no ouvido interno e as converte em impulsos elétricos no cérebro.

Muitas pessoas que passaram algum tempo com Reagan notaram sua surdez. Quando era presidente, os repórteres foram instruídos a falar alto quando o entrevistaram, principalmente do lado direito.

No ano de 1979, Reagan iniciou um tratamento na House Ear Institute. Alguns anos depois, em 1983, começou a usar em seu ouvido direito um aparelho auditivo feito sob medida e tecnologicamente avançado para a época, doado pelas empresas Starkey Laboratories e Burton Associates.

Durante a gestão de seu governo, incentivou a compra e venda de aparelhos para os portadores de deficiência auditiva, aumentando consideravelmente as vendas de aparelhos na época.

Os últimos anos e morte

Depois de deixar a Casa Branca em janeiro de 1989, Reagan e sua esposa voltaram a morar em Los Angeles, Califórnia. Em novembro de 1994, Reagan revelou em uma carta manuscrita ao povo americano que havia sido diagnosticado recentemente com a doença de Alzheimer. Quase uma década depois, em 5 de junho de 2004, ele morreu em sua casa em Los Angeles, aos 93 anos de idade, tornando-o o presidente de vida mais longa do país na época.

Referências:

HISTORY. Ronald Reagan. Disponível em: <https://www.history.com/topics/us-presidents/ronald-reagan>. Acesso em: 07 Dez. 2019

SIGNIA. Presidents with Hearing Loss. Disponível em: <https://www.signiausa.com/blog/presidents-hearing-loss/>. Acesso em: 07 Dez. 2019

THE WHITE HOUSE. Ronald Reagan. Disponível em: <https://www.whitehouse.gov/about-the-white-house/presidents/ronald-reagan/>. Acesso em: 07 Dez. 2019

STEVEN R. WEISMAN. Reagan begins to wear a hearing aid in public. Disponível em: <https://www.nytimes.com/1983/09/08/us/reagan-begins-to-wear-a-hearing-aid-in-public.html>. Acesso em: 07 Dez. 2019.

Informações do Artigo:

Publicado: 01/06/18 | Atualizado: 19/03/20 | Acessos: 642

ALMIRC_RD

Autor:
ALMIR CRISTIANO

© Todos os direitos reservados. Para a reprodução de trechos de texto é necessário citar o nome do autor, a página https://www.libras.com.br/surdos-famosos-ronald-reagan e a data de acesso. A reprodução das imagens exibidas neste site não é permitida.