Alice de Battenberg

Alice de Battenberg - princesa

Vitória Alice Isabel Julia Maria de Battenberg, mais conhecida como Princesa Alice de Battenberg (25 de Fevereiro de 1885 – 5 de Dezembro de 1969), foi a mãe do Duque de Edimburgo e sogra da Rainha Isabel II do Reino Unido (Rainha Elizabeth II no Brasil).

Portadora de surdez congênita, a princesa cresceu entre a Alemanha, a Inglaterra e o Mediterrâneo. Após o seu casamento com o Príncipe André da Grécia e Dinamarca em 1903, viveu na Grécia até ao exílio da maioria da família real em 1917. Após regressar à Grécia alguns anos mais tarde, o seu marido foi culpado parcialmente pela derrota grega na Guerra Greco-Turca de 1919-1920, e a família foi novamente forçada a exilar-se até à restauração da monarquia grega em 1935.

Em 1930, foi-lhe diagnosticada esquizofrenia e enviada para um sanatório. A partir de então passou a viver separada do marido. Após a sua recuperação dedicou grande parte dos seus restantes anos de vida ao trabalho comunitário na Grécia. Ficou em Atenas durante a Segunda Guerra Mundial onde abrigou refugiados gregos. Por estas ações foi reconhecida como "Justa Entre as Nações" pelo Yad Vashem. Após a guerra ela permaneceu na Grécia e fundou a ordem ortodoxa de freiras conhecida por "Irmandade Cristã de Marta e Maria".

~

Após a queda do rei Constantino II da Grécia e a imposição de um governo militar na Grécia em 1967, ela foi convidada pelo seu filho e enteada a viver no Palácio de Buckingham em Londres onde morreria dois anos depois.

FONTE: Wikipedia